CUIABÁ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

TJMT lança cartilha para tirar dúvidas sobre nova versão do PJe

Publicados

em


O Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por meio da Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI), lança a cartilha com dicas e informações para autoatendimento sobre a nova versão do Processo Judicial Eletrônico (PJe). O material é um guia onde usuários e usuárias poderão tirar dúvidas e melhorar acessibilidade ao utilizar o sistema, sem precisar abrir chamados.
 
 
http://www.tjmt.jus.br/intranet.arq/cms/grupopaginas/100/820/Orienta%C3%A7%C3%B5es_de_acesso_PJE.pdf
 
De acordo com o diretor do Departamento de Suporte e Informação (DSI), do TJMT, Marcos Gomes, sempre que ocorre atualização de uma nova versão do PJe ou a cada novo serviço implementado, a CTI cria esse tipo de conteúdo como forma de facilitar a solução de dificuldades iniciais que usuários e usuárias possam ter.
 
Desde o primeiro dia da disponibilização da nova versão do PJe, no plantão de segunda-feira (11/10), o DSI tem monitorado as ocorrências que chegam à Central de Serviços. “Mapeamos as principais situações que os nossos usuários e usuárias possam aplicar a solução em algumas dificuldades que possam surgir quanto ao acesso ou uso de algum novo recurso que o PJe tenha disponibilizado”, explica Marcos Gomes.
 
Caso a pessoa ainda fique com dúvida ou não tenha conseguido resolver sua dificuldade com o uso da cartilha, basta entrar em contato, pela Central de Atendimento da CTI: (65) 3617-3900 ou por SDM.
 
A cartilha será abastecida com dicas e informações conforme as demandas.
 
Evolução – A versão 2.1.8.1 do PJe foi disponibilizada no dia 11 de outubro, dois dias antes do previsto.
 
Clique AQUI para ver as melhorias da nova versão do PJe.
 
Leia matéria correlata:
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Efetividade: Juízo 100% Digital aproxima a Justiça do cidadão
Propaganda

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MT

Tribunal de Justiça recebe visita técnica de representantes do Judiciário do Amapá

Publicados

em


O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) está recebendo uma visita institucional e técnica do Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Amapá, desembargador Agostino Silvério Junior, juízes auxiliares da Presidência, da Corregedoria e de técnicos do TJAP. O objetivo é conhecer áreas e setores do Poder Judiciário de Mato Grosso que são considerados exemplos para outros tribunais de justiça. A visita teve início nesta terça-feira e prossegue até o dia 21 de outubro.
 
Os representantes do Poder Judiciário do Amapá irão conhecer de perto o funcionamento da Base de Dados de Informações Gerenciais/OMNI; as estratégias de utilização no Sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe); as estratégias utilizadas no Centro de Inteligência; e o modelo de Correições Inteligentes.
 
“O Tribunal de Justiça de Mato Grosso e a Corregedoria da Justiça do Estado tem uma tecnologia de ponta, um trabalho de excelência. Estamos aqui buscando conhecimento e vendo que podemos receber orientações para a melhoria do nosso serviço no Amapá. O TJMT é um dos Tribunais indicados que poderíamos conhecer e acompanhar os trabalhos para melhorar o nosso sistema”, explicou o Corregedor-Geral da Justiça do Amapá, desembargador Agostino Silvério Junior.
 
Ele deu como exemplo o PJe, que ainda está na fase de implantação no Amapá. “Estamos implementando o PJe no estado no Amapá. Nós tínhamos toda uma estrutura própria e para fazer a migração, a implementação, precisamos ficar atentos a detalhes, em diversos setores. Então viemos conhecer a implementação e aproveitar a experiência dos nossos colegas de Mato Grosso, onde está dando certo, e entender qual o caminho mais adequado a seguir”.
 
Na visita, o desembargador está acompanhado dos juízes auxiliares da Presidência do TJPA Nilton Bianquini Filho, e da Corregedoria André Gonçalves de Menezes e de técnicos do TJAP.
 
A visita teve início com um encontro com a presidente do TJMT, desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, com o Corregedor-Geral da Justiça de Mato Grosso, desembargador José Zuquim Nogueira, e com juízes auxiliares da Presidência do TJMT e da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso.
 
O desembargador José Zuquim Nogueira falou da satisfação em receber os colegas do Amapá, para poder passar um pouco da experiência do Poder Judiciário de Mato Grosso. “Para nós é uma gratificação receber esta visita. Nos sentimos lisonjeados pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso ter sido escolhido pelos colegas desembargadores do Amapá, em conhecer o que nós já implantamos e levar nossa experiência para que seja avaliada por eles”.
 
Sistema OMNI – O Sistema OMNI monitora a produtividade das unidades judiciárias nos cinco indicadores do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que são: Taxa de congestionamento, Número de sentenças com resolução de mérito, Tempo de tramitação e Metas 1 e 2 do CNJ – julgar mais processos que os distribuídos e julgar processos mais antigos.
 
PJe – O PJe, desenvolvido diretamente pelo Conselho Nacional de Justiça e colocado à disposição para os Tribunais, consiste em um aplicativo, que diferentemente do que ocorre no PROJUDI, toda a tramitação, inclusive a elaboração de peças processuais ocorre dentro da plataforma do sistema. O PJe é a garantia de uma prestação jurisdicional cada vez mais transparente e célere para todos os jurisdicionados.
 
Angela Jordão
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Poder Judiciário de Mato Grosso lança Manual do Estagiário
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA