CUIABÁ

TECNOLOGIA

5G faz vendas de celulares voltarem a crescer no Brasil após quedas

Publicados

em

Vendas de smartphones crescem no país
Unsplash/Jenny Ueberberg

Vendas de smartphones crescem no país

A chegada do 5G às principais capitais do Brasil, como em São Paulo na quinta-feira (4) , está impulsionando as vendas de smartphones no país. A previsão é que a quinta geração ajude a categoria a fechar com sua primeira alta desde o início da pandemia.

De acordo com a consultoria IDC, a perspectiva é de um avanço de 1,2% neste ano, após o mercado de celulares encerrar o ano de 2021 com queda de 6,1% e um recuo de 8,25% em 2020 nas vendas.

Embalado pela alta velocidade da nova geração, os smartphones 5G devem chegar ao fim do ano respondendo por cerca de metade dos 44 milhões de aparelhos comercializados entre janeiro e dezembro, segundo previsão da IDC.

Os modelos habilitados ao segmento mais moderno da telefonia vêm registrando avanço de 100% nas vendas.

De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), há 71 aparelhos celulares habilitados ao 5G, mas nem todos ainda foram lançados no mercado. A líder é a Samsung, que conta com 14 modelos aptos a rodar na frequência do 5G puro (o chamado standalone), na frequência de 3,5 gigahertz.

“O mercado de aparelhos tinha uma expectativa de crescer 5% neste ano, mas a crise dos componentes, a guerra na Ucrânia, o lockdown na China e o aumento no preço do frete por conta do dólar e do petróleo reduziram a perspectiva de crescimento do setor para 1% a 1,2% neste ano”, comenta Reinaldo Sakis, gerente de Pesquisa da IDC.

Sakis destaca que os aparelhos 5G, apesar de ainda responderem por uma pequena participação de mercado, vão ajudar no desempenho geral do setor. Além da maior quantidade de aparelhos compatíveis, os preços também recuam.

Leia Também:  WhatsApp cria função que controla entrada em grupos via link

“Houve uma ampliação dos modelos 5G, de top de linha para os intermediários. O que estamos vendo em pesquisas é que o usuário quer um aparelho com câmera melhor, processador potente e tecnologia com maior velocidade”, afirma Sakis.

Até milhas por um celular

Segundo ele, a volta ao trabalho presencial também vem impulsionando o aumento nas vendas, pois muitos consumidores estão aproveitando o momento para trocar de aparelho. “O segmento que está sofrendo mais é o de entrada, com preço até R$ 1,5 mil, por uma questão macroeconômica”, diz.

A consultoria Gfk também aponta recuo no preço dos modelos 5G. O valor médio caiu de R$ 5.500, no ano passado, para R$ 1.700, hoje. Os celulares 5G já respondem por 16% das unidades vendidas no Brasil, aponta Fernando Balauma, diretor da GfK.

“O 5G está deixando de ser algo das classes A e B para migrar para as classes C e D. Por isso, estamos vendo o varejo criar uma série de soluções com o uso até de milhas para comprar um modelo”, diz Balauma, destacando a alta de 230% nas vendas de modelos 5G entre janeiro e maio.

Na TIM e na Claro, por exemplo, 75% e 70%, respectivamente, do portfólio de aparelhos das operadoras já são de 5G. Em três anos, comenta Leonardo Capdeville, vice-presidente de Tecnologia da TIM, a previsão é que a quinta geração seja a tecnologia majoritária em uso na rede.

Leia Também:  Americanas e Submarino: apagão já dura 4 dias e afeta mais duas lojas

“Não adianta o consumidor comprar aparelho 5G e não ter uma rede 5G”, explica Capdeville, destacando que 40% das vendas da tele já são de modelos da quinta geração.

Segundo analistas, a perspectiva de vendas para o segundo semestre é positiva, pois haverá o aumento no valor do Auxílio Brasil e o décimo terceiro salário.

“Há uma perspectiva de o varejo começar a trabalhar as promoções já de olho na Black Friday a partir de outubro”, prevê Balauma.

Nem todos têm quinta geração

Existem no mercado 71 aparelhos compatíveis com a rede 5G. O consumidor deve consultar o selo de homologação localizado no aparelho ou no manual. Veja a lista de cada fabricante.

  • Apple

A fabricante tem 9 aparelhos compatíveis: como os iPhones das versões 12,13 e SE (terceira geração), incluindo modelos Mini, Pro e Pro Max. Mas a empresa ainda fará uma atualização em seu sistema operacional.

  • Samsung

A Samsung tem 28 aparelhos homologados. Destes, 14 funcionam na rede 5G pura, como os dobráveis (Z Fold e Z Flip), o S21 e o S22. Há ainda as linhas A52s, A73, A53, A33 e M53.

  • Motorola

A Motorola tem 14 modelos aptos, segundo a Anatel, como as versões Edge 30 e 20, Moto G, G100 e G200, entre outros.

  • Outras fabricantes

As chinesas Xiaomi e Realme também têm modelos aptos ao 5G puro. Há ainda aparelhos das empresas Lenovo, Nokia, Asustek e TCL.

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Leilão da Receita tem iPhone por R$ 500, celulares Xiaomi e mais

Publicados

em

Celulares serão leiloados
Unsplash/Jenny Ueberberg

Celulares serão leiloados

A Receita Federal abriu, nesta segunda-feira (8), mais um leilão de produtos apreendidos. Nas próximas semanas, o órgão realizará um pregão com iPhones a partir de R$ 500, lotes com diversos celulares Xiaomi e até máquina de lavar com preço inicial em R$ 390. Os lances podem ser dados até dia 23 de agosto de 2022 por pessoas físicas e jurídicas.

Apesar de diversos produtos estarem disponíveis por valores mais altos, alguns são mais acessíveis. É o caso do iPhone 8 com preço inicial de R$ 500 nos lotes 311, 312, 313 e 314. Além disso, também é possível arrematar um iPhone 11 Pro Max por a partir de R$ 1.800 nos pacotes 318 e 319.

Celulares Xiaomi também estão disponíveis por menos de R$ 2.000. Como no caso do pacote 270 que oferece cinco Redmi Note 8 por R$ 1 mil de lance inicial, e do lote 274 que traz Redmi 9, Note 8 e Note 9 por a partir de R$ 1.500.

Leia Também:  Americanas e Submarino: apagão já dura 4 dias e afeta mais duas lojas

Outro destaque positivo é a presença de uma máquina de lavar roupas Electrolux por apenas R$ 390 no pacote 256.

A Receita Federal também traz diversos fones de ouvido, smartbands, um drone da DJI e uma Scooter Elétrica – confira a tabela completa ao final do texto.

De acordo com o edital, os lotes estão disponíveis para visitação e retirada em sete cidades diferentes: Goiânia (GO), Campo Grande, Ponta Porã, Corumbá e Mundo Novo (MS), Cuiabá (MT) e Palmas (TO).

Como participar do leilão?

Os leilões da Receita Federal têm lotes destinados a pessoas físicas ou jurídicas. Você pode participar, mas o processo é um pouco complicado.

  1. Obtenha um certificado digital (comprado à parte).
  2. Consiga um código de acesso pelo Portal e-CAC.
  3. Procure pelo edital no site da Receita Federal. O número é 0817600/000002/2022.
  4. Faça sua proposta.

A Receita receberá os lances entre 9 de agosto, às 8h, e 22 de agosto, às 21h. A sessão para lance está programada para 23 de agosto, às 10h30. Todos os horários são de Brasília.

Se você quer participar, tenha em mente que a Receita não faz entregas. É preciso agendar um horário pelos telefones disponíveis no edital e ir até o local retirar.

Celulares e itens de destaque no leilão

O Tecnoblog selecionou alguns lotes que chamam a atenção na tabela a seguir.

Lote(s) Principais itens Lance inicial
180 ao 184 1x Scooter Elétrico R$ 2.500
195 1005x Xiaomi Redmi Airdots 2 R$ 35.000
196 725x Xiaomi Mi Smartband 5 R$ 40.000
197 724x Xiaomi Mi Smartband 5 R$ 40.000
198 373x Xiaomi Mi Body Composition Scale R$ 25.000
199 372x Xiaomi Mi Body Composition Scale R$ 25.000
200 20x Mi Robot Vacuum-Mop Essential (aspirador robô) R$ 20.000
201 804x Xiaomi Earbuds Basic 2 R$ 25.000
202 803x Xiaomi Earbuds Basic 2 R$ 25.000
203 ao 205 594x Xiaomi Mi TV Stick R$ 65.000
256 1x Máquina de lavar 16Kg Electrolux (LAC16) R$ 390
257 1x Drone DJI Mini Fly More Combo R$ 1.400
269 5x Xiaomi Redmi Note 9S R$ 2.000
270 5x Xiaomi Redmi Note 8 R$ 1.000
271 10x Xiaomi Redmi Note 9S R$ 4.000
273 10x Xiaomi Mi Band 4 14x Xiaomi Redmi Note 8 1x Redmi 8A 9x Redmi Note 9S 2x Redmi Note 9 Pro 1x Mi 9 Lite 1x Mochila Frozen usada 1x Lancheira Frozen usada 1x Bolsa térmica usada R$ 7.500
274 3x Redmi Note 8 1x Redmi Note 9 1x Redmi 9 R$ 1.500
292 1x iPhone 8 Plus R$ 900
293 ao 299 1x iPhone 7 R$ 600
308 25x iPhone 7 Plus R$ 12.000
309 e 310 1x iPhone 12 Pro Max R$ 3.050
311 ao 314 1x iPhone 8 R$ 500
315 ao 317 1x iPhone XR R$ 930
318 e 319 1x iPhone 11 Pro Max R$ 1.800

Fonte: IG TECNOLOGIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA