CUIABÁ

POLÍTICA MT

Dr. Gimenez investe mais de R$ 600 mil em emendas à agricultura familiar

Publicados

em


Dr. Gimenez participou do 1º Encontro dos Produtores de Leite de S.J. dos Quatro Marcos

Foto: ROSE DOMINGUES

Visitando a Comunidade das Botas em Araputanga

Foto: ROSE DOMINGUES

Durante a participação em eventos na região oeste de Mato Grosso, o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) anunciou que irá investir mais de R$ 600 mil das suas emendas parlamentares de 2021 na agricultura familiar. Ele também conseguiu junto ao governo estadual e federal mais investimentos para os municípios.  

“A vocação econômica da nossa região é a agricultura familiar e a pecuária, por isso a importância de estimular a produção que vai contribuir com a superação da crise, gerando emprego e renda às famílias”, disse o parlamentar durante o 1º Encontro dos Produtores de Lei de São José dos Quatro Marcos, na sexta-feira (15).

O secretário de Estado de Agricultura Familiar, Silvano Amaral, participou do evento e ressaltou a importância dos recursos provenientes do programa Mais MT na economia estadual, garantindo um aporte de R$ 106 milhões para aquisição de máquinas, veículos e implementos agrícolas aos municípios.  

Leia Também:  Proposta inclui trabalhadores de restaurantes e congêneres em grupo prioritário de vacinação

“Estamos comprometidos em renovar a esperança desses produtores, quero assegurar que o governo está atento e focado neste segmento, porque o leite é uma ferramenta para que o produtor permaneça na propriedade e faça seu negócio ser cada mais vez produtivo e rentável”.  

Vagner Meira, secretário Municipal de Fomento, Agricultura, Indústria e Comércio de Quatro Marcos recebeu das mãos do deputado a chave do veículo comprado com recursos da emenda parlamentar e agradeceu o empenho em prol dos produtores da região. Na ocasião, foram entregues resfriadores de leite aos produtores.  

“A cadeia produtiva do leite é de extrema importância, por isso estamos lançando um programa que envolve diversos parceiros no intuito de salvar o pequeno produtor e com isso fomentar a permanência das famílias no campo, precisamos implementar medidas urgentes”.  

Paralelamente, Dr. Gimenez participou do 1º Seminário da Mulher Rural de São José dos Quatro Marcos, reunindo diversas comunidades rurais da região. “É importante destacar o protagonismo da mulher do campo, que é extremamente resiliente, proativa e dinâmica”, avaliou Dr. Gimenez.  

Leia Também:  Emendas de Lúdio Cabral acabam com confisco de aposentadorias e asseguram isenção imediata para doentes graves

Araputanga – O deputado também participou, na sexta-feira (15), de uma visita à Comunidade das Botas, área rural de Araputanga, onde fez a entrega oficial de uma motoniveladora e de outros equipamentos para a agricultura familiar. O prefeito Enilson Rios agradeceu a parceria. “Estamos saindo de uma crise sanitária e enfrentamos uma crise econômica, toda a ajuda neste momento é muito bem-vinda”.  

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Comissão de Meio Ambiente realiza reunião em Poconé para dar voz aos pantaneiros

Publicados

em


Foto: Ronaldo Mazza

Ouvir o homem pantaneiro, integrá-lo definitivamente ao processo decisório que envolve a preservação do pantanal, foi o principal objetivo da 6ª reunião extraordinária da Comissão de Meio Ambiente da AL/MT, realizada hoje (2) no Parque de Exposições em Poconé. O presidente da Comissão, deputado Carlos Avallone (PSDB), lembrou que sem a participação dos pantaneiros, não existe solução para os problemas do maior patrimônio ambiental de Mato Grosso.

“Por isso trouxemos a Comissão aqui mais uma vez para colher sugestões e contribuições das pessoas que preservam o ambiente pantaneiro há séculos, geração após geração, e tem conhecimentos muito valiosos sobre o manejo adequado dos recursos naturais”.

Entre os temas discutidos, a proposta de Estatuto do Pantanal, que tramita no Senado Federal através do senador Wellington Fagundes (PL). “O estatuto é uma proposta aberta a novas contribuições e a Assembleia Legislativa tem feito esta interlocução direta com os pantaneiros, com os empresários, pecuaristas e todos que vivem no Pantanal”, ressaltou o deputado. 

Avallone fez um resumo de todas as ações protagonizadas pela Assembleia Legislativa, especialmente através dos membros da Comissão, que tem vistoriado frequentemente todas as ações tomadas pelo governo do Estado para evitar que a tragédia ambiental de 2020 se repita. Ele lembrou que este ano os índices de incêndios e queimadas foram reduzidos sensivelmente, graças ao trabalho preventivo e intensivo de combate ao fogo realizado por várias instituições e entidades. 

Leia Também:  Deputado questiona fechamento de escola em Várzea Grande

Graças ao trabalho conjunto da Assembleia, governo do Estado, Sema, Corpo de Bombeiros, Sindicato Rural, associações e entidades, foi montado o maior plano de combate aos incêndios florestais e desmatamentos da última década em Mato Grosso. Somente na prevenção e no combate aos incêndios na região do Pantanal foram investidos mais de R$ 43 milhões, segundo dados trazidos pelo secretário adjunto da Secretaria de Meio Ambiente, Alex Marega.

As ações envolveram a contratação de cem brigadistas, compra de EPI’s, transportes e alimentação, contratação de caminhões pipa, aquisição de maquinários, contratação de aeronaves, sendo duas do Corpo de Bombeiros e duas da Defesa Civil para dar suporte aos instrumentos de respostas no combate ao fogo, além da abertura de poços artesianos e construção de aceiros e limpeza na MT-040, MT-251 e MT-010.

Além disso houve a instalação de novas estruturas de respostas, sendo eles: o quartel em Poconé; o quartel em Cáceres; o quartel em Santo Antônio; a brigada no Parque Estadual Encontro das Águas; a brigada Rodovia Transpantaneira , a brigada em Barão de Melgaço e a brigada em Santo Antônio de Leverger, sendo que o efetivo de pessoal conta com 50 (cinquenta) militares e brigadistas.

Todos os esforços empregados pela Comissão de Meio Ambiente da ALMT no fortalecimento da estrutura de combate aos incêndios no Pantanal tiveram resultados positivos, sendo que o número de queimadas na região em 2021, reduziu em 95% se comparado ao mesmo período de 2020). Da mesma forma, a Comissão de Meio Ambiente da AL implementou ações na preservação das baías existentes no Pantanal, objetivando a desobstrução de córregos alimentadores e a conscientização para evitar a degradação. 

Leia Também:  A pedido de Wilson Santos, governo entrega máquinas a 3 prefeituras

Cavalo Pantaneiro

A reunião coincidiu com o início da Semana do Cavalo Pantaneiro, comemorada na região por meio de vários eventos. “O cavalo pantaneiro é um patrimônio histórico porque cooperou na fixação do homem no Pantanal e em todo território mato-grossense. Por isso tive a honra de apresentar em 2007 o projeto de Lei que foi aprovado e se tornou a Lei n.º 263/2007 que classifica o Cavalo Pantaneiro como animal-símbolo de Mato Grosso”, disse o deputado.

Participaram da reunião o vereador Dudu Carrapato (PSDB), representando o legislativo municipal; o deputado Gilberto Cattani (PSL), suplente da Comissão de Meio Ambiente; Alex Sandro Marega, representando a Secretaria de Estado de Meio Ambiente; Lucélia Avi, Gestora do Núcleo Técnico da Famato; Jusciery Rodrigues Marques, tenente -coronel, comandante do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiro Militar de MT; Raul Santos Costa Neto, presidente do Sindicato Rural de Poconé/MT; Leandro Campos, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Pantaneiros; André Thourony, representante dos empresários de pousadas e Riberto José Barbanera, presidente da Energisa/MT, que informou a comunidade sobre o andamento dos serviços de fortalecimento da rede elétrica na região. 

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA