CUIABÁ

POLÍTICA MT

Deputado quer Política Estadual de Atenção Integral as Pessoas com Doença Falciforme

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A rede pública de saúde não possui um setor especifico para tratar anemia falciforme e outras hemoglobinopatias. Dados do Ministério da Saúde apontam que no Brasil, a cada 100 mil crianças, 3.500 mil são vitimadas da anemia falciforme, antes mesmo delas completarem cinco anos de idade. Ao constatar essa evidência o deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) propôs políticas públicas que visem garantir a prevenção e a assistência, evitando assim, a alta mortalidade, uma vez que o diagnóstico precoce contribui para redução da doença.

Na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) o parlamentar apresentou Projeto de Lei n° 1090/21 que institui a Política Estadual de Atenção Integral as Pessoas com Doença Falciforme e outras hemoglobinopatias. “Com aprovação da lei será possível que se amplie a conscientização e seja detectada a doença e o traço falciforme seja diagnosticado precocemente podendo assim se evitar graves consequências da doença”, alertou Paulo Araújo.

Algumas ações importantes constam no projeto, uma delas é garantir a implementação da triagem neonatal em conformidade com a portaria GM-MS nº 822/2001, que promoverá à integração da politica estadual de atenção integral as pessoas com doença falciforme com o programa estadual de triagem.  A detecção é feita por meio do exame eletroforese de hemoglobina. O teste do pezinho, realizado gratuitamente antes do bebê receber alta da maternidade, proporciona a detecção precoce de hemoglobinopatias, como a anemia falciforme.

Leia Também:  Deputado Thiago Silva realiza Gabinete Itinerante para ouvir moradores da região do Jardim Iguassu

Além disso, outras atuações serão implantadas como a criação de um cadastro estadual de pacientes falciformes e outras hemoglobinopatias assegurados em sigilo e a privacidade, o desenvolvimento de campanhas de esclarecimento público sobre sintomas e o tratamento da doença também estará no programa. Bem como, a importância da realização de exames de rastreamento neonatal, dentre outros.

Anemia falciforme

É uma doença hereditária (passa dos pais para os filhos) caracterizada pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue, tornando-os parecidos com uma foice, daí o nome falciforme. Essas células têm sua membrana alterada e rompem-se mais facilmente, causando anemia. A hemoglobina, que transporta o oxigênio e dá a cor aos glóbulos vermelhos, é essencial para a saúde de todos os órgãos do corpo.

A anemia falciforme pode se manifestar de forma diferente em cada indivíduo. Uns têm apenas alguns sintomas leves, outros apresentam um ou mais sinais. Os sintomas geralmente aparecem na segunda metade do primeiro ano de vida da criança.

Quando descoberta a doença, o bebê deve ter acompanhamento médico adequado baseado num programa de atenção integral. Nesse programa, os pacientes devem ser acompanhados por toda a vida por uma equipe com vários profissionais treinados no tratamento da anemia falciforme para orientar a família e o doente a descobrir rapidamente os sinais de gravidade da doença, a tratar adequadamente as crises e a praticar medidas para sua prevenção. 

Leia Também:  Deputado propõe criação de Ganha Tempo Rural para municípios ligados ao setor produtivo
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Delegado Claudinei homenageia os integrantes do Cuiabá Esporte Clube

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O presidente do Cuiabá Esporte Clube, Alessandro Dresch, recebeu das mãos do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), a Moção de Aplausos de n.º 61/2021 que manifesta o reconhecimento público ao time de futebol mato-grossense pelo acesso à série A do Campeonato Brasileiro, o que consequentemente contribuiu no fomento da economia por meio do esporte e turismo no Estado de Mato Grosso. O ato da entrega ocorreu na segunda-feira (29), no Plenário Renê Barbour da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. 

“A gente fica feliz em homenagear o Cuiabá Esporte Clube, que fez a diferença no futebol mato-grossense. No final do ano passado, apresentei a Moção de Aplausos, quando o Clube foi para a série A. Realmente esse time de futebol teve destaque neste ano. Foi uma satisfação contar com a presença do Alessandro, que recebeu a homenagem. Estamos muito felizes com esse Clube que levou o nosso Estado a nível nacional e fomentou o turismo de Cuiabá. Parabéns a todos envolvidos”, declarou o parlamentar. 

Dresch explica que ficou muito honrado em representar o time, a torcida, a diretoria, jogadores e a comissão técnica do Cuiabá Esporte Clube. “É uma história muito bonita atrás disso tudo. O Cuiabá nasceu predestinado para ser um grande campeão. Hoje, a gente representa a cidade. A gente leva muito bem, a cidade para fora do Estado e do mundo. A gente até usa o slogan – Cuiabá é Mato Grosso na Série A”, posicionou. 

Leia Também:  Paulo Araújo apresenta indicações para Poconé

Ele acrescenta que o momento do Clube é manter o foco total para permanecer na Série A. “Não temos planejamento para 2022. Não temos como garantir nada por enquanto. Somos muito pé no chão e chegamos até aqui por sermos assim. Vamos só fazer novos planejamentos após a decisão do campeonato. Acredito que até o ano que vem  a gente tenha um percurso para novas conquistas e consigamos levar novamente o nome da cidade e do estado”, concluiu Alessandro. 

Clube – O Cuiabá Esporte Clube foi fundado no mês de dezembro de 2001. Uma das principais conquistas da agremiação foi o bicampeonato da Copa Verde e dez títulos de campeão mato-grossense. A primeira conquista aconteceu em 2003, ao ingressar no futebol profissional e garantido a primeira colocação do Campeonato Estadual de Mato Grosso.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA