CUIABÁ

POLICIAL

Roubos e furtos no Centro Político Administrativo reduzem a praticamente zero

Publicados

em


O registro de crimes de roubos e furtos no Centro Político Administrativo (CPA) teve expressiva redução em seus índices. De janeiro a novembro deste ano, nenhum roubo foi registrado na região, mantendo a queda de 100%, já o número de furto caiu 99%, de acordo com os dados divulgados pela 4ª Companhia Independente da Polícia Militar de Segurança Institucional (4ª CIPMSI).

Uma das principais ações que contribuíram para essa redução foi a implantação do projeto Águia, em maio de 2020, que monitora em tempo real todas as ruas do Centro Político Administrativo por meio de câmeras, reforçando a segurança institucional e patrimonial da área. Já no seu primeiro ano, o projeto alcançou a redução de 100% no índice de roubos e de 84% de furtos.

O projeto foi implantado e é coordenado pelas Secretarias de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Segurança Pública (Sesp) e possui parceria com os demais Poderes e órgãos localizados no CPA. À época, o Governo do Estado, entidades, demais Poderes e órgãos autônomos circunvizinhos assinaram um termo de cooperação técnica de segurança institucional do Centro Político Administrativo.

A restrição de acesso de pessoas e veículos na região após às 20h, com reabertura para a circulação às 6h da manhã e bloqueio total aos sábados e domingos, e a revitalização do prédio onde hoje funciona a sede da 4ª CIPMSI também são ações colocadas em prática pelo projeto. A revitalização do local foi entregue em setembro deste ano pela Seplag e além de ser um dos pontos de monitoramento eletrônico, o prédio abriga o Memorial da Segurança Pública de Mato Grosso, que está aberto para visitações.

“O projeto Águia é uma ação do Governo do Estado voltada para a segurança pública e com benefícios diretos para a conservação do patrimônio público e para a segurança da população. Em um ano e meio de projeto alcançamos excelentes resultados e estamos cada vez mais próximos de reduzir a zero o número de ocorrências de roubos e furtos no CPA”, comemora o titular da Seplag, Basílio Bezerra.

“Além disso ainda reduzimos custos do Estado com contratos de vigilância, otimizamos o trabalho policial na região e trouxemos mais dignidade a esses profissionais ao proporcionar um ambiente de trabalho mais amplo e confortável”, completa.

Leia Também:  Mulher que traficava drogas na frente dos filhos é presa em flagrante pela Polícia Civil, em Rondonópolis

Sistema utilizado para a vigilância é interligado com o Ministério da Justiça e Departamento Estadual de Trânsito e faz buscas automáticas na base de dados desses órgãos. Reprodução.

“O fechamento do Centro Político Administrativo é uma experiência bem-sucedida, determinada pelo governador Mauro Mendes. O uso da tecnologia vem cada vez mais otimizando o trabalho da segurança pública. É um belo exemplo que pode ser estendido aos municípios e está sendo implementado em todo o Estado de Mato Grosso”, avalia o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Ao todo, foram instaladas pela Seplag 26 câmeras de monitoramento e 14 analíticas, que coletam imagens que identificam as placas dos veículos. As imagens são transmitidas em tempo real durante 24h por dia e monitoradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e pela 4ª CIPMSI.  Em média, mais de três mil veículos circulam por dia pelo Centro Político.

O sistema utilizado para a vigilância é interligado com o Ministério da Justiça e Departamento Estadual de Trânsito e faz buscas automáticas na base de dados desses órgãos. Caso alguma ocorrência tenha sido registrada com o automóvel, ele é identificado automaticamente pelos operadores do Ciosp e da 4ª CIPMSI que fazem a abordagem necessária.

Ocorrências

O sargento da 4ª CIPMSI, Fernando Raphael Oliveira, também credita os bons resultados alcançados nos últimos meses ao projeto Águia e destaca a presença dos agentes nas ruas para a diminuição da criminalidade. “Ninguém entra [no CPA] sem ser visto e checado”, afirma.

Segundo o militar, as três ocorrências mais comuns registradas no dia a dia são as abordagens de veículos citados ou envolvidos em crimes, de pessoas em situações suspeitas e os acidentes de trânsito. No entanto, um fato inusitado e envolvendo um animal doméstico ocorreu durante um desses monitoramentos.

Por volta das 17h, as câmeras do sistema de monitoramento registraram o momento em que o suspeito, em uma motocicleta Broz, puxava um cachorro por uma corda. Reprodução.

Em outubro deste ano, a 4ª CIPMSI – Cia Palácio – flagrou através do sistema de monitoramento um homem em uma motocicleta que puxava um cachorro por uma corda pelo Centro Político Administrativo.  O suspeito foi preso em flagrante por maus-tratos ao animal, após os policiais identificarem que o cachorro estava sendo enforcado, com exaustão física e quase não conseguia caminhar. O homem e o animal foram conduzidos para a Central de Flagrantes e a ocorrência entregue à Polícia Judiciária Civil.  

Leia Também:  Com 92 testes de alcoolemia realizados, Lei Seca prende 13 pessoas por embriaguez ao volante

As câmeras também capturaram, em junho deste ano, o momento exato que um indivíduo em uma moto Yamaha 125 realizou a tentativa de assalto a uma mulher que caminhava próximo à rotatória do Detran. A equipe que realizava o monitoramento acionou a Cia do Palácio que, imediatamente, seguiu até o local e deu o flagrante no homem que foi conduzido ao departamento de polícia.

Câmeras flagram tentativa de assalto a uma mulher que caminhava próximo à rotatória do Detran. Reprodução.

Em março, as câmeras também identificaram uma caminhonete roubada que transitava no CPA. O motorista foi monitorado e abordado no posto policial do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito (BPMTRAN), na estrada de Chapada dos Guimarães, local onde foi dada a ordem para que parasse, porém ele fugiu do local para uma região de mata. Depois de uma longa perseguição o assaltante foi preso no município de Chapada dos Guimarães (distante 66,5 km de Cuiabá) pela BPMTRAN e a caminhonete foi recuperada.

História parecida envolvendo um veículo gol vermelho que passava pelo Centro Político também foi registrada pelo monitoramento eletrônico, após a checagem da placa confirmar que o carro foi dado como roubado. O caso também encerrou no município de Chapada dos Guimarães com a localização do automóvel.

Abordagem realizada pela 4ª CIPMSI – Cia Palácio de veículo citado ou envolvido em crime. Reprodução.

“O governo do Estado tem realizado diversos investimentos na área da segurança pública no intuito de entregar à população aquilo que ela espera e merece, e o projeto Águia é apenas um deles”, finaliza Basílio.

Canal de denúncias

Com o objetivo de facilitar o repasse de informações, a 4ª CIPMSI informa os seguintes contatos como canal de atendimento e denúncias:

(65) 99981-9421 – Policiamento diário.

(65) 98461-7206 – Viatura que realiza rondas no Centro Político Administrativo.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Operação integrada prende 12 em flagrante e apreende armas e drogas

Publicados

em


A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (25.01), em Cáceres, a Operação Asfixia para cumprimento de mandados judiciais contra pessoas investigadas pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, entre outros delitos ocorridos no município.

Doze pessoas foram presas em flagrante, sendo que contra três delas também foram cumpridos mandados de prisão. Todos são investigados por crimes ocorridos no município, entre eles, o que vitimou o soldado do Exército, Thiago de Brito Almeida, de 19 anos, ocorrido no último sábado.

As forças de segurança apreeenderam até o momento, durante as buscas, 14 tabletes de maconha, porções individuais de entorpecentes, cinco armas de fogo, munições e um veículo.

A operação conta com a participação do 6a Comando da Polícia Militar, Exército Brasileiro, Polícia Federal, Gaeco, Gefron, Corpo de Bombeiros e das unidades da Polícia Civil – Delegacia de Cáceres, Defron, Gerência de Operações Especiais e Gerência de Combate ao Crime Organizado.

De acordo com o delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, todos os presos nesta terça-feira têm passagens criminais e são ligados a facção criminosa. “Os materiais apreendidos, como as armas e o veículo, provavelmente são os mesmos utilizados na prática dos crimes”, explicou.

Leia Também:  Batalhão de Trânsito flagra quatro pessoas transportando maconha em Poxoréo

Os investigados serão autuados em flagrante por associação criminosa, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação está em andamento e as forças de segurança continuam com o cumprimento de mandados de buscas em diversos pontos da cidade.

Homicídio

O soldado Thiago Almeida foi alvejado por disparos de arma de fogo, na noite do último sábado (22.01), em uma praça do bairro Cohab Nova, em Cáceres. Conforme a apuração da Polícia Civil, cinco ocupantes de um veículo Corsa preto dispararam contra a vítima. Na quadra de esportes da praça foram localizadas cápsulas de arma de calibre 9mm.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA