CUIABÁ

POLICIAL

Polícia Civil identifica criminosos que assaltaram agência de cooperativa de crédito em Cuiabá

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) identificou os dois criminosos que assaltaram a agência de uma cooperativa de crédito, nesta semana, em Cuiabá.

A identificação da dupla foi possível após os investigadores da GCCO analisarem imagens de câmeras de segurança da área da agência e coletar informações com as vítimas.

Os policiais localizaram o endereço onde os criminosos se esconderam no bairro Dom Aquino. Uma pessoa com as mesmas características físicas de um dos assaltantes foi vista entrando no imóvel.

Nesta quinta-feira, a equipe da GCCO foi até a quitinete e no local encontrou duas camisetas e os dois bonés utilizados na ação criminosa e o simulacro de uma pistola, além de porções de entorpecentes.

A pessoa que estava no local, um homem de 30 anos, identificado como irmão de um dos assaltantes, foi preso em flagrante por tráfico e resistência à prisão. Contra ele também foi cumprido um mandado de prisão decretado pela 9a Vara Criminal por tráfico de drogas.

Leia Também:  Homem é preso após ameaçar ex-patrão com faca no interior

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira destaca que as diligências continuam para localizar os dois autores do assalto. “Essa pessoa presa na quinta-feira vai responder por tráfico e resistência e, até o momento, não foi identificada a participação dele no assalto. A arma que encontramos será analisada para checar se foi a mesma utilizada pelos assaltantes”, apontou o delegado da GCCO.

Assalto

Os assaltantes entraram na agência localizada no bairro Jardim Califórnia, na Capital, no fim da manhã de terça-feira, ambos armados, e quando um deles foi passar pela porta detectora, o equipamento emitiu sinal de que ele estava portando algo em metal. O criminoso alegou que tinha um pino de metal na perna e diante disso, o segurança liberou a entrada. Depois que estava do lado de dentro dos caixas, o criminoso sacou a arma e rendeu o vigilante, enquanto o outro ladrão, pelo vidro, mantinha o segurança sob a mira de uma arma de fogo.

Um dos ladrões recolheu o dinheiro que estava na agência e o outro rendia os clientes que entravam no local. Depois, eles mandaram todas as vítimas para o fundo da agência e fugiram do local.

Leia Também:  Cavalaria intercepta suspeitos e apreende tabletes de maconha e cocaína no bairro Ribeirão do Lipa

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Operação integrada prende 12 em flagrante e apreende armas e drogas

Publicados

em


A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (25.01), em Cáceres, a Operação Asfixia para cumprimento de mandados judiciais contra pessoas investigadas pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, entre outros delitos ocorridos no município.

Doze pessoas foram presas em flagrante, sendo que contra três delas também foram cumpridos mandados de prisão. Todos são investigados por crimes ocorridos no município, entre eles, o que vitimou o soldado do Exército, Thiago de Brito Almeida, de 19 anos, ocorrido no último sábado.

As forças de segurança apreeenderam até o momento, durante as buscas, 14 tabletes de maconha, porções individuais de entorpecentes, cinco armas de fogo, munições e um veículo.

A operação conta com a participação do 6a Comando da Polícia Militar, Exército Brasileiro, Polícia Federal, Gaeco, Gefron, Corpo de Bombeiros e das unidades da Polícia Civil – Delegacia de Cáceres, Defron, Gerência de Operações Especiais e Gerência de Combate ao Crime Organizado.

De acordo com o delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, todos os presos nesta terça-feira têm passagens criminais e são ligados a facção criminosa. “Os materiais apreendidos, como as armas e o veículo, provavelmente são os mesmos utilizados na prática dos crimes”, explicou.

Leia Também:  Homem é preso após ameaçar ex-patrão com faca no interior

Os investigados serão autuados em flagrante por associação criminosa, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação está em andamento e as forças de segurança continuam com o cumprimento de mandados de buscas em diversos pontos da cidade.

Homicídio

O soldado Thiago Almeida foi alvejado por disparos de arma de fogo, na noite do último sábado (22.01), em uma praça do bairro Cohab Nova, em Cáceres. Conforme a apuração da Polícia Civil, cinco ocupantes de um veículo Corsa preto dispararam contra a vítima. Na quadra de esportes da praça foram localizadas cápsulas de arma de calibre 9mm.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA