CUIABÁ

POLICIAL

Fundação Nova Chance e PM firmam parceria para contratação de recuperandos

Publicados

em


A Fundação Nova Chance (Funac), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), firmou, nesta segunda-feira (22.11), dois Termos de Cooperação com a Polícia Militar de Mato Grosso. A assinatura dos documentos, possibilitam a contratação da mão de obra dos reeducandos do regime fechado e semiaberto na prestação de serviços gerais nas unidades e Batalhões da Polícia Militar. 

Com a oficialização, os recuperandos do semiaberto serão selecionados pela Funac e do regime fechado pelas unidades penais, mediante prévio requerimento da Polícia Militar endereçado à Funac.

Inicialmente, as atividades laborais serão realizadas na Força Tática, 3º Batalhão da Polícia Militar, Raio e Rotam. O horário de trabalho deve ser realizado das 8 horas às 17 horas, respeitando o intervalo do almoço e descanso. 

Cabe ainda ao contratante garantir alimentação, fornecer o transporte ou vale-transporte, Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e a remuneração em um salário mínimo vigente no país.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, destacou a importância da assinatura deste termo e a oportunidade profissional para essas pessoas. 

Leia Também:  Diretores recebem projeto de nova delegacia de polícia de Ribeirão Cascalheira

“Quero agradecer a Sesp e a Funac, pois esta mão de obra dos reeducandos para manutenção dos nossos batalhões é muito importante. Nós já tivemos a experiência da contratação dos recuperandos para trabalhar em alguns batalhões. Esse termo é mais um passo na nossa luta pela ressocialização e combate à criminalidade”, pontuou o comandante da PM.

De acordo com a diretora executiva da Funac, Michelli Egues, a ressocialização pelo trabalho é a oportunidade que auxilia o recuperando ter uma nova perspectiva de vida, além de poder ajudar a família. 

“O termo é importante, pois oportuniza trabalho remunerado para as pessoas presas e egressos do Sistema Prisional. A partir do trabalho inicia-se uma nova fase na vida da pessoa, que é o resgate da sua dignidade, com o custeio de suas despesas pessoais e da família, além de garantir disciplina e interesse em recomeçar”, destacou. 

Para cada três dias trabalhados, é descontado um dia da pena da pessoa privada de liberdade, como também do egresso do regime semiaberto.

Leia Também:  Policiais promovem encontro de pai e filho em Peixoto de Azevedo

(Com supervisão de Débora Siqueira) 

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Filho que mantinha idosa de 93 anos sob condições insalubres é autuado em flagrante por maus tratos e cárcere privado

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um idoso de 60 anos foi autuado em flagrante pela Polícia Civil, na quarta-feira (01.12), pelos crimes de maus tratos e cárcere privado contra a mãe dele, de 93 anos. O suspeito foi encaminhado ao Plantão 24h de Atendimento a Vítima de Violência Doméstica e Sexual, em Cuiabá, após a mãe ser encontrada em estado bastante debilitado de saúde e sem cuidados.

Vizinhos da idosa denunciaram e a Polícia Militar chegou à residência, no bairro Morada do Ouro, onde foi necessário arrombar a porta para retirar a vítima, que estava em condições insalubres e bastante debilitada.

A idosa foi encontrada em um sofá, sem qualquer cuidado higiênico e sem receber alimentos. O Samu foi acionado para fazer o atendimento e encaminhou a vítima a uma unidade de saúde. Conforme relatório informado ao Plantão de Vítimas de Violência, a idosa apresenta um quadro de desnutrição e desidratação, além de apresentar ferimentos pelo corpo.

O local estava em condições insalubres e na geladeira só havia água e uma marmita com restos de comida azeda.

Quando a idosa estava sendo removida pela ambulância do Samu, o suspeito chegou à residência agressivo e gritando com a mãe, quando então detido e encaminhado ao Plantão 24h da Polícia Civil. Ele foi autuado em flagrante por maus tratos e cárcere privado.

Leia Também:  Foragido da Justiça por homicídio em MS tem prisão cumprida em Sorriso

Os crimes serão investigados pela Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA