CUIABÁ

POLICIAL

Curso de Policiamento Ambiental da PM tem início com palestra do desembargador do TJ

Publicados

em


O Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental realizou, na tarde de segunda-feira (18.10), a aula inaugural do 4º Curso de Policiamento Ambiental. A abertura contou com uma palestra do desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, José Zuquim Nogueira, e foi realizada no auditório da Controladoria-Geral do Estado (CGE), no Centro Político Administrativo, na Capital.

A aula magna do curso contou com a presença do comandante-geral adjunto da Polícia Militar, Daniel Lipi Alvarenga, entre outras autoridades civis e militares. Ao todo, 36 policiais do Estado de Mato Grosso e da Paraíba vão participar da capacitação, que terá duração de oito semanas e será ministrada pelo Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental.

“É uma oportunidade ímpar poder capacitar nossos agentes e prestar um serviço de qualidade cada vez melhor para a sociedade. Com o 4º curso, a instituição espera potencializar ainda mais as suas ações voltadas à preservação da fauna e da flora”, destacou o comandante-geral adjunto da PM, Daniel Lipi Alvarenga.

Leia Também:  PRF prende rapaz com mandado de prisão em aberto

Ministrada pelo desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, José Zuquim Nogueira, a palestra inaugural abordou o tema “A Importância da razoabilidade na atuação da Polícia nas questões ambientais: uma visão jurisdicional”, pauta destacada na ordem do dia pelo comandante do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, o tenente-coronel Fagner Augusto, que enalteceu a integração dos poderes civis e militares na viabilização do curso: “Ressalto que a integração é a chave mestra para a viabilização do 4º curso de policiamento ambiental. Destaco o apoio incondicional da polícia militar por meio de toda a sua estrutura organizacional, a Secretaria de Estado de Segurança Pública, o Corpo de Bombeiros Militar, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente, o Ministério Público e o Poder Judiciário de MT, dentre outros parceiros”, disse o comandante, que concluiu:

“Os alunos participantes terão acesso a conteúdos como legislação ambiental, técnicas e táticas voltadas para o policiamento ambiental, com isso, temos o desafio de capacitar qualitativamente e unir os militares com aptidões e conhecimentos, indispensáveis para a realização das atividades de policiamento e fiscalização ambiental com qualidade técnica e operacional”.

Leia Também:  PRF em ação conjunta com as forças policiais, recuperam HILUX roubada

No final da solenidade, o desembargador José Zuquim Nogueira recebeu a medalha de Mérito Protetor Ambiental, destinada a homenagear aqueles que contribuem significadamente para a evolução e o fortalecimento do policiamento ambiental.

Também estiveram presentes na solenidade o subchefe do Estado-Maior Geral, Carlos Eduardo Pinheiro da Silva e o comandante do comando especializado de policiamento, coronel José Nildo Silva de Oliveira.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Filho que mantinha idosa de 93 anos sob condições insalubres é autuado em flagrante por maus tratos e cárcere privado

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um idoso de 60 anos foi autuado em flagrante pela Polícia Civil, na quarta-feira (01.12), pelos crimes de maus tratos e cárcere privado contra a mãe dele, de 93 anos. O suspeito foi encaminhado ao Plantão 24h de Atendimento a Vítima de Violência Doméstica e Sexual, em Cuiabá, após a mãe ser encontrada em estado bastante debilitado de saúde e sem cuidados.

Vizinhos da idosa denunciaram e a Polícia Militar chegou à residência, no bairro Morada do Ouro, onde foi necessário arrombar a porta para retirar a vítima, que estava em condições insalubres e bastante debilitada.

A idosa foi encontrada em um sofá, sem qualquer cuidado higiênico e sem receber alimentos. O Samu foi acionado para fazer o atendimento e encaminhou a vítima a uma unidade de saúde. Conforme relatório informado ao Plantão de Vítimas de Violência, a idosa apresenta um quadro de desnutrição e desidratação, além de apresentar ferimentos pelo corpo.

O local estava em condições insalubres e na geladeira só havia água e uma marmita com restos de comida azeda.

Quando a idosa estava sendo removida pela ambulância do Samu, o suspeito chegou à residência agressivo e gritando com a mãe, quando então detido e encaminhado ao Plantão 24h da Polícia Civil. Ele foi autuado em flagrante por maus tratos e cárcere privado.

Leia Também:  Polícia Civil recupera parte do dinheiro de vítima de golpe por meio eletrônico

Os crimes serão investigados pela Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA