CUIABÁ

NACIONAL

RJ: mulher realiza parto de bebê em pedágio da Transolímpica

Publicados

em


source
O parto de Natan foi acompanhado pela equipe medica da Transolimpica
Reprodução/ViaRio

O parto de Natan foi acompanhado pela equipe medica da Transolimpica

Uma mulher entrou em trabalho de parto quando passava pela Transolímpica, Corredor Presidente Tancredo de Almeida Neves, na tarde dessa quinta-feira. O pequeno Natan nasceu no pedágio da via expressa, local onde Michele Jardim Ribeiro, 35 anos, conseguiu parar e avisar que estava em trabalho de parto.

Michele pediu ajuda ao sentir contrações enquanto passava pela rodovia administrada pela ViaRio. Ela foi atendida pela equipe chefiada pela médica Gabriela Meireles, que chegou ao local em três minutos para o atendimento. Depois do parto, a mãe e o menino foram levados para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste do Rio.

A Transolímpica é uma via expressa inaugurada para os Jogos Olímpicos de 2016 e liga a Avenida Brasil, na altura de Deodoro, ao Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

Parto em ônibus

Esta semana ocorreu mais um caso de parto em trânsito. Um menino nasceu a bordo de um ônibus da linha 867, em Campo Grande, na Zona Oeste da cidade. A mãe entrou em trabalho de parto durante a viagem. Os passageiros se mobilizaram para ajudar no que podiam. Enquanto alguns ajudavam o motorista a chegar no Hospital Rocha Faria, no mesmo bairro, outros auxiliaram no parto.

Leia Também:  Tempo ensolarado durante o dia e previsão de chuva a noite em São Paulo

Leia Também

O motorista conseguiu entrar no hospital e chamar socorristas do Samu para o atendimento ainda dentro do ônibus, contou ao G1 uma das pessoas que acompanhou o parto.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, um passageiro registrou o momento em que o bebê é levado por um socorrista do Samu. As pessoas aplaudem e dão parabéns à mulher. Enquanto caminha para descer do ônibus, ela pede desculpa por ter atrasado a viagem, mas os passageiros garantem não terem se incomodado.

Partos no ano passado

Em 2021, o taxista Marcelo Fraga, de 52 anos, recebeu um telefonema e teve que assumir o papel até então inimaginável de parteiro. Motorista há 33 anos, Fraga atendeu ao telefone e recebeu a missão de ajudar a estudante Estefanie do Nascimento, de 17 anos, a chegar à Maternidade Escola da UFRJ, em Laranjeiras, para o parto da pequena Nicoly. Mas não deu tempo, e a bebê nasceu dentro do carro, com a ajuda do pai, o auxiliar de logística Alan Dias, de 28 anos, e do próprio Fraga.

Leia Também:  Padrasto acusado de estuprar e matar enteada de 5 anos vai a júri popular em SP

O taxista não foi o único que passou pela emoção de ser parteiro por um dia. No obscuro cenário de despedidas provocadas pela pandemia da Covid-19, garis da Comlurb e militares do Corpo de Bombeiros também tiveram o privilégio de ver uma vida nascer em seus braços.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NACIONAL

IBGE confirma início do Censo em 1ª de agosto

Publicados

em


source
Aparelho onde as informações do Censo serão registradas
Arquivo / Agência Brasil

Aparelho onde as informações do Censo serão registradas

Quase dois anos após a data inicialmente prevista, o Censo Demográfico 2022 já tem data para começar: 1º de agosto. Antes marcada para 2020, exatamente dez anos após a última coleta de dados, em 2010, a pesquisa teve que ser adiada em razão da pandemia de covid-19.

A data foi confirmada pelo IBGE hoje (25), um dia depois da sanção do Orçamento da União, que prevê R$ 2,2 milhões para o Censo.

Inicialmente, os técnicos esperavam que os recenseadores começassem as visitas ainda em junho, mas o cronograma foi ajustado para a troca da banca responsável pelo concurso que vai contratar os profissionais.

Entre agosto e outubro, espera-se que eles visitem mais de 70 milhões de domicílios em todo o país. Como medida de segurança, o IBGE afirmou que seguirá protocolos sanitários de saúde contra a covid-19 como o uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social durante as visitas.

Leia Também:  Vice de Aras rejeita investigação contra Bolsonaro e diz que TSE já agiu

Além da entrevista presencial, a população poderá participar do Censo pela internet ou por telefone. Uma Central de Apoio à Coleta está à disposição dos cidadãos para esclarecer dúvidas de acesso e fornecer o suporte necessário.

Vale lembrar que todos os recenseadores do IBGE estarão uniformizados com bonés e coletes azuis com a logomarca do órgão. No colete, o funcionário apresentará também um crachá com identidade e matrícula do entrevistador. As informações serão registradas em aparelho semelhante a um smartphone, na cor azul. Para confirmar a identidade dos entrevistadores, basta acessar respondendo.ibge.gov.br ou ligar para 0800 721 8181.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA