CUIABÁ

NACIONAL

Datafolha: 61% dos brasileiros acreditam que corrupção no país pode aumentar

Publicados

em


source
Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido)
O Antagonista

Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido)

Um levantamento realizado pelo Datafolha, divulgado nesta quarta-feira (22/9), revelou que mais brasileiros (61%) acreditam que a corrupção no país vai aumentar daqui para frente.

Segundo a pesquisa, apenas 11% da população acha que o problema vai diminuir. Para 24%, a situação continuará como está, e 3% não souberam responder.

Embora a tava atual não seja um recorde, os números mostram um aumento  em relação à pesquisa anterior, feita em julho, a qual 56% acreditava numa crescente da corrupção. Em março, 67% viam a corrupção em ascensão, e apenas 8% em queda.

Entre os entrevistamos, a pesquisa revela que as mulheres, jovens de 16 a 24 anos e pessoas com escolaridade de nível fundamental são a maior parte desta taxa atual.

De acordo com a pesquisa, para 70% dos eleitores de Lula em 2022, a corrupção vai piorar. Já entre os eleitores de Bolsonaro, a resposta fica entre 38% e 40%, dependendo do cenário pesquisado.

Ainda, os 61% somam 40% entre aqueles que avaliam o atual governo como ótimo ou bom.

O Datafolha fez 3.667 entrevistas de 13 a 15 de setembro em 190 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NACIONAL

IBGE confirma início do Censo em 1ª de agosto

Publicados

em


source
Aparelho onde as informações do Censo serão registradas
Arquivo / Agência Brasil

Aparelho onde as informações do Censo serão registradas

Quase dois anos após a data inicialmente prevista, o Censo Demográfico 2022 já tem data para começar: 1º de agosto. Antes marcada para 2020, exatamente dez anos após a última coleta de dados, em 2010, a pesquisa teve que ser adiada em razão da pandemia de covid-19.

A data foi confirmada pelo IBGE hoje (25), um dia depois da sanção do Orçamento da União, que prevê R$ 2,2 milhões para o Censo.

Inicialmente, os técnicos esperavam que os recenseadores começassem as visitas ainda em junho, mas o cronograma foi ajustado para a troca da banca responsável pelo concurso que vai contratar os profissionais.

Entre agosto e outubro, espera-se que eles visitem mais de 70 milhões de domicílios em todo o país. Como medida de segurança, o IBGE afirmou que seguirá protocolos sanitários de saúde contra a covid-19 como o uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social durante as visitas.

Leia Também:  Arthur Lira acelera mudança em lei de improbidade que pode beneficiá-lo

Além da entrevista presencial, a população poderá participar do Censo pela internet ou por telefone. Uma Central de Apoio à Coleta está à disposição dos cidadãos para esclarecer dúvidas de acesso e fornecer o suporte necessário.

Vale lembrar que todos os recenseadores do IBGE estarão uniformizados com bonés e coletes azuis com a logomarca do órgão. No colete, o funcionário apresentará também um crachá com identidade e matrícula do entrevistador. As informações serão registradas em aparelho semelhante a um smartphone, na cor azul. Para confirmar a identidade dos entrevistadores, basta acessar respondendo.ibge.gov.br ou ligar para 0800 721 8181.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA