CUIABÁ

MUNDO

Peru coloca Exército em rodovias conforme bloqueios continuam

Publicados

em


O governo peruano ordenou nesta quinta-feira (7) que suas Forças Armadas patrulhem as rodovias pelos próximos 30 dias, em meio a protestos nacionais por conta de altas nos preços de alimentos e de combustíveis.

O país sul-americano está tomado por bloqueios de estradas há mais de uma semana, por causa da alta de preços, que dispararam desde a invasão da Ucrânia pela Rússia. O Peru enfrenta sua maior taxa de inflação em mais de um quarto de século.

O presidente peruano, Pedro Castillo, luta para trazer soluções significativas. Nesta semana, ele declarou um toque de recolher em Lima para tentar diminuir as perturbações, mas foi desafiado por milhares de pessoas, que tomaram as ruas em protestos que se tornaram violentos.

O governo cortou impostos sobre combustíveis, aumentou o salário mínimo e também propôs isenções de impostos sobre vendas para itens alimentares essenciais.

Castillo, que era um camponês e professor antes de assumir o cargo, também está em uma situação política vulnerável.

Sua taxa de aprovação mergulhou para 19%, uma mínima histórica de acordo com uma pesquisa Datum publicada na quinta-feira. Ele sobreviveu recentemente a um segundo pedido de impeachment em menos de um ano no poder.

Leia Também:  Após relatório, Papa promete justiça a vítimas de abusos

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Putin admite, pela 1ª vez, que teve navio afundado pela Ucrânia

Publicados

em

Putin admitiu pela primeira vez que Ucrânia afundou navio russo
Reprodução / Record News – 31.03.2022

Putin admitiu pela primeira vez que Ucrânia afundou navio russo

Pela primeira vez, a Rússia admitiu que um de seus navios de guerra foi afundado por um ataque da Ucrânia ao falar neste domingo (3) sobre a remoção dos restos da embarcação para evitar uma explosão.

Segundo uma mensagem postada no Telegram por um funcionário nomeado por Moscou para a Ucrânia Meridional, Vladimir Rogov, e obtida pela “BBC”, a Rússia afirma que conseguiu recuperar “um grande navio para desembarque que foi afundado” no porto de Berdyansk. A remoção foi necessária “para prevenir a detonação das munições a bordo”.

Ainda conforme Rogov, o navio foi atingido por mísseis balísticos Tochka-U e seus restos agora serão transportados para a Crimeia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Leia Também:  Responsável pelo massacre no Texas teria sofrido bullying por ser gago

A embarcação citada é a Saratov, que foi alvo de um ataque ucraniano no porto local em 24 de março deste ano. À época, Kiev informou que sete mísseis tinham sido disparados contra o local causando danos à infraestrutura portuária e afundando um navio.

Porém, Moscou sempre negou que os ucranianos tivessem atacado qualquer embarcação russa.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA