CUIABÁ

MUNDO

EUA: Homem perde o pênis após sofrer acidente ao dirigir embriagado

Publicados

em


source
O carro de Paul destruído após acidente nos EUA
Reprodução

O carro de Paul destruído após acidente nos EUA

Um americano perdeu o pênis após sofrer um terrível acidente quando dirigia embriagado. O acidente ocorreu em 2014, mas só agora Paul Berry, de 29 anos, revelou detalhes do seu drama. Cirurgiões tiveram que remover o órgão genital do paciente e um de seus testículos para salvar sua vida, deixando-o impossibilitado de ter filhos.

Agora, totalmente recuperado da amputação genital, Paul falou sobre os perigos de dirigir alcoolizado, de acordo com o “Metro”:

“Eu quero contar ao mundo sobre o preço emocional que isso causou e sempre vai ter sobre mim. Mudou para sempre a minha vida de uma forma que eu não desejaria ao meu pior inimigo.”

O tratador de cães estava viajando de sua casa em Saint Louis (Missouri, EUA) para ver a sua namorada na época em Columbia (Illinois). Ele havia bebido com um amigo antes da viagem, mas disse que estava acostumado a tomar “bebidas fortes” antes de fazer pegar a estrada.

Acredita-se que Paul tenha adormecido ao volante ou derrapado na chuva ao pegar a saída da rodovia depois de cruzar uma ponte por volta das 2h. Ele perdeu o controle do sedã, que capotou quando ele tentou corrigir o rumo.

Leia Também:  Myanmar: autoridades tentam conter protestos com balas de borracha

Um americano perdeu o pênis após sofrer um terrível acidente quando dirigia embriagado. O acidente ocorreu em 2014, mas só agora Paul Berry, de 29 anos, revelou detalhes do seu drama. Cirurgiões tiveram que remover o órgão genital do paciente e um de seus testículos para salvar sua vida, deixando-o impossibilitado de ter filhos.

Agora, totalmente recuperado da amputação genital, Paul falou sobre os perigos de dirigir alcoolizado, de acordo com o “Metro”:

Leia Também

“Eu quero contar ao mundo sobre o preço emocional que isso causou e sempre vai ter sobre mim. Mudou para sempre a minha vida de uma forma que eu não desejaria ao meu pior inimigo.”

O tratador de cães estava viajando de sua casa em Saint Louis (Missouri, EUA) para ver a sua namorada na época em Columbia (Illinois). Ele havia bebido com um amigo antes da viagem, mas disse que estava acostumado a tomar “bebidas fortes” antes de fazer pegar a estrada.

Acredita-se que Paul tenha adormecido ao volante ou derrapado na chuva ao pegar a saída da rodovia depois de cruzar uma ponte por volta das 2h. Ele perdeu o controle do sedã, que capotou quando ele tentou corrigir o rumo.

Leia Também:  ONU alerta que seca pode ser "a próxima pandemia"

Durante o coma de cinco semanas de Paul, os cirurgiões tentaram reconstruir sua área genital. Mas ele entrou em leucocitose, onde muitos glóbulos brancos inundam a área ferida. Esse quadro poderia tê-lo matado.

Os médicos não tiveram escolha a não ser realizar uma amputação de emergência, deixando-o apenas com um coto, que Paul diz ainda proporcionar alguma sensação.

Paul está solteiro, ainda lutando contra o medo de conhecer alguém. E espera um dia ter verba para fazer um transplante de pênis.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Mulher joga carro em cima de manifestantes que fechavam rua na Inglaterra; veja

Publicados

em


source
Mulher tenta passar por cima de protesto com carro
PrintScreen/ Twitter @40politicsforall

Mulher tenta passar por cima de protesto com carro


Incomodada com um protesto feito pelos Insulate Britain, grupo britânico que luta por casas com baixo consumo de energia, uma mulher jogou o carro em cima das manifestantes. O caso ocorreu no último dia 13, num cruzamento que liga os condados de Essex a Kent, na Inglaterra

Um vídeo do momento divulgado nesta segunda (18) mostra como o carro, uma Range Rover, avança em direção às mulheres que protestavam no meio da pista. Instantes depois, a motorista sai do veículo, grita com as manifestantes, depois retorna e joga o carro em cima das vítimas.


Leia Também

De acordo com o Daily Mail, a mulher foi identificada como Sherrilyn Speid, de 34 anos. Empresária, ela conduz um negócio que fornece alimentos caribenhos. No episódio em questão, ela tentou ultrapassar o protesto para deixar seu filho na escola.


Com a repercussão das imagens, Sherrilyn se pronunciou no Instagram. Com emoji de gargalhada, ela disse que nunca atropelou as pessoas, mas sim deu apenas um empurrão nelas. “Um homem tão dramático”, minimizou.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

PICANTES

MAIS LIDAS DA SEMANA